Baladas e Festas
Publicidade


HLERA na Festa e baladas
 

Entrevistas

Leia conversas afinadas com pessoas que fazem diferença nas festas.




entrevistas

D. Ramirez

“Na maioria dos remixes que fiz, não usei quase nada da track original”


Entrevista concedida em: 12/05/2010


Boris Brejch

Há algum tempo o alemão Boris Brejcha caiu no gosto do público brasileiro, se tornando um dos artistas mais requisitados no país. Muito simpático, parou um pouco de produzir para responder a entrevista e falar um pouco sobre sua vida, sua trajetória, seus planos para o futuro e, claro, sobre a Tribe Curitiba!



Entrevista concedida em: 29/09/2009


Anderson Noise

Começou a discotecar em 1989. Seu primeiro disco (Paralisia Cerebral) foi lançado em 1996. Em 1997 participou do primeiro CD 100% nacional de acid house, lançado pela Sony-Mercado Mundo Mix.Hoje é um dos Djs mais consagrados, tendo participações no Skol Beats. Foi considerado top 100 DJ, entrando como 79º do ranking pela DJ MAG. E em 2007, ficando com a 54ª colocação.


Entrevista concedida em: 08/02/2008


Dj Aninha

Ex-promoter, Aninha iniciou sua carreira como DJ em 2002, um pouco antes do "boom" da música eletrônica em Santa Catarina. Em pouco tempo de carreira, passou a freqüentar alguns dos melhores clubs e festivais do mundo, como Warung Beach Club (SC), DC10 (Ibiza - Espanha), D-Edge (SP), Creamfields 2005 (PR) e Skol Beats 2006 (SP). A construção de seus sets cheios de groove, unidos à delicadeza de suas mixagens, chama a atenção tanto dos leigos quantos dos mestres como Svën Vath, Renato Cohen, Layo & Bushwacka!, Leozinho e Gui Boratto, entre outros.


Entrevista concedida em: 18/01/2008


Gui Boratto

Arquiteto, músico, compositor e produtor , de Sao Paulo, 1974, iniciou sua carreira no setor publicitário em 1993. De 1994 até 2004 executou trabalhos para inúmeras gravadoras, nacionais e internacionais, tais como EMI, Virgin, Irma, BMG, Edel, Vidisco, ZYX, entre outras. Foram 10 anos de trabalho competente e honesto, para artistas consagrados, como Pato Banton, Garth Brooks, Steel Pulse, Desiree, Mano Chao, Gal Costa, Chico Buarque, Fernanda Porto, Kaleidoscópio, Leila Pinheiro, Jay Vaquer, entre outros.

Gui Boratto é diretor artístico e um dos donos, juntamente com seu sócio e irmão Tchorta, do selo independente brasileiro, Megamusic, distribuido pela Trama.

A partir de 2005 começou a dedicar-se para suas próprias produções e composições, mostrando ao público um trabalho autoral e mais conceitual. Com inúmeras licenças para respeitados selos Europeus, como Plastic City, Circle, Kompakt, Audiomatique, entre outros, Gui Boratto vem figurando nos charts de gente como Michael Mayer, Tiefschwarz, Steve Bug, Phonique, Martin Landsky, Hernan Cattaneo, entre outros.

Cada vez mais respeitado na cena mundial Gui Boratto é um dos grandes nomes do house e minimal-techno brasileiro.


Entrevista concedida em: 16/01/2008


Daniel Kuhnen

Com menos de um ano de carreira é considerado a grande revelação da cena catarinense e o destaque do verão 2006. Tocou nos melhores clubs, entre eles o Warung (melhor club do Brasil pela Cool Magazine e terceiro melhor do mundo segundo a revista inglesa MixMag), Ibiza, Ayia Napa, Confraria das Artes, Ilha do Cascaes, Conceição Nite, LUDH e El Divino e também nas melhores noites do estado, como Costão Eletronic, Discotech e Prainha Sunset. Já dividiu as pickups com tops nacionais e internacionais como Ferry Corsten (Holanda), Gee Moore (Espanha), Andreas Flar (Itália), Fabrício Peçanha, Leozinho, Julio Torres, Gu, Ferris, Paulinho Boghosian, Vitor Lima, Luiz Pareto, Sandrinho, Jason Bralli, Rodrigo Ferrari, Diogo Mazza, Ilan, Britto, Claudinho do Valle e Binho CA.

E já começou 2006 com o pé direito, sendo escalado para abrir a já histórica noite da lenda italiana Mauro Picotto no Ibiza Club, clube este que recebeu o prêmio de "melhor festa do ano em 2005" segundo a Cool Magazine, com Paul Van Dyk.

Com uma seleção alegre e contagiante vem lotando e levantando as pistas onde se apresenta com uma fina e bem integrada mistura de progressive, electro e tech house, mostrando a segurança e técnica dos grandes DJ's.

Atualmente é residente do Confraria das Artes, considerado pela Cool Magazine o melhor bar do Brasil e foi residente da tenda Warung no Planeta Atlântida de Santa Catarina.


Entrevista concedida em: 01/10/2007


Miss Cady

A baiana Ana Clara Cady – Miss Cady iniciou sua carreira em 2004 apresentando-se nos clubs The Best Hall, Satélite e Fashion Club, em Salvador. Atualmente, reside em São Paulo onde busca aprimorar a técnica de tocar em vinil, a qual tem preferência. Desde então, transmite seu talento e carisma baiano nas pistas das badaladas casas Disco e Lotus, na capital paulista. Recentemente veio para Gaspar/SC e tocou na Jungle Club onde encantou os Gasparenses.

Com técnica, feeling e carisma este DJ de Porto Alegre (RS) tornou-se o que se pode chamar de "maestro das pistas" conduzindo pistas de clubs, raves e festivais com uma música cativante, energética e explosiva. Feita para dançar, vibrar!


Entrevista concedida em: 29/08/2007


Fabrício Peçanha

Ele é um daqueles raros DJs que pode te fazer gostar de um estilo musical e capaz de lotar qualquer festa, podemos criar uma perfeita analogia entre este DJ e um jogador de futebol famoso, capaz de arrastar multidões.

Com técnica, feeling e carisma este DJ de Porto Alegre (RS) tornou-se o que se pode chamar de "maestro das pistas" conduzindo pistas de clubs, raves e festivais com uma música cativante, energética e explosiva. Feita para dançar, vibrar!


Entrevista concedida em: 24/07/2007


Marlon e Maicon

O sonho começou a virar realidade em 1985, quando a dupla gravou sua primeira música em uma participação na canção "Obrigado a Mentir", no disco da dupla Luiz e Isaac, respectivamente, pai e tio dos meninos.


Entrevista concedida em: 20/07/2006


Nenhum de Nós

O Nenhum de Nós é uma banda do Rio Grande do Sul voltada atualmente ao estilo pop-rock. Fundada em 1986, conta até hoje com um estilo muito apreciado em todo o país.


Entrevista concedida em: 12/07/2006


Armandinho

Sem se preocupar com rótulos –"sempre que perguntam se eu sou o Armandinho do reggae, eu respondo que esse é o reggae do Armandinho" -, ele mira o foco em seu público. "O meu trabalho é diversão. Quero que as pessoas fiquem felizes ao ouvir as minhas músicas. Há quem me questione por não fazer um tipo de reggae politicamente engajado, mas o meu lance não é esse. Pra mim, o reggae é um ritmo musical, acima de qualquer coisa. As minhas letras falam da minha vida, das coisas que vivo. Fui músico da noite e acho que a função da gente é divertir as pessoas que estão ali pra isso."


Entrevista concedida em: 08/07/2005


Guilherme Arantes

Ele nasceu em São Paulo, no dia 28 de julho de 1953. É um cantor e compositor que começou sua carreira como tecladista da banda Moto Perpétuo.

Nos últimos trinta anos, Guilherme Arantes, que nunca negou sua eclética multi formação musical, de quem começou tocando chorinho aos quatro anos de idade, num cavaquinho presenteado pelo pai, o doutor Gelson Arantes, médico e amigo do doutor Paulo Vanzolini, transitou do rock ao pop, do pop à MPB, da MPB a New Age, da New Age de volta a MPB com uma familiaridade de dar inveja a qualquer músico de primeiríssima linha do cenário mundial.


Entrevista concedida em: 06/07/2005

 

newsletter
Cadastre ou remova seu e-mail da nossa Newsletter.

Nome Completo:


E-mail:


Opção:








HLERA NA FESTA ® por Hlera Networks, 2002-2017 - Todos os direitos reservados - HLERA NA FESTA é o site de Fotos e Vídeos do HLERA.COM.BR. As Coberturas Fotográficas são realizadas em Gaspar, Blumenau, Brusque, Balneário Camboriú, Florianópolis, Curitiba, Indaial, Timbó, Ilhota e outras cidades de Santa Catarina e Sul do Brasil. Política de Privacidade.


Soluções para internet